Diário do Golpe

PT DENUNCIA VIOLAÇÃO DO DIREITO DE GREVE APÓS MP 945

O Partido dos Trabalhadores utilizou todos os meios de comunicação para denunciar a violação grave do direito de greve e de organização dos trabalhadores portuários após a conversão da Medida Provisória 945 que foi aprovada por Bolsonaro e seus aliados no Congresso Nacional.

“Contra o voto das bancadas do PT, o texto da MP foi alterado para modificar a Lei de Greve e incluir os portuários entre as categorias chamadas “essenciais”, proibidas de exercer plenamente o direito de greve”, escreveu o Partido.

A medida que inicialmente visava proteger os portuários que estão sendo muito afetados durante o período de pandemia, se transformou em uma forma de oprimir a classe, prejudicando os direitos de trabalhadores e trabalhadoras e beneficiando o poder econômico.

Em nota oficial o PT descreveu, confira:

Juntamente com os partidos de oposição, os movimentos sociais, as centrais sindicais e entidades de trabalhadores da cidade e do campo, vamos protestar por todos os meios e defender o impeachment do criminoso Bolsonaro, exigindo que o presidente da Câmara, deputado Rodrigo Maia, tire da gaveta os mais de 40 pedidos de já apresentados com este objetivo.

O PT entende que não há saída democrática para a grave crise nacional sem por fim a este governo e sem que sejam convocadas novas eleições presidenciais, com a participação de todas as forças políticas, num quadro de liberdade que impõe a restauração dos direitos do ex-presidente Lula, com a anulação da sentença parcial, injusta e ilegal de Sergio Moro pelo Supremo Tribunal Federal.

Pelo direito de greve dos portuários
Contra as demissões ilegais e arbitrárias na Renault
Pela Vida e Pelo Emprego
Pela anulação da sentença contra Lula
Fora Bolsonaro e seu governo
Impeachment Já

 

Diretório Nacional do Partido dos Trabalhadores
31 de julho de 2020

 

 

Veja mais
Close