Galera Vermelha

PT de Cajamar quer retomar espaço político este ano

Dirigente destaca que tucanos desonram votos do eleitorado paulista

O presidente do PT de Cajamar, Raimundo Nonato, que até 2016 foi vereador na cidade, tem atuado para garantir a unidade do partido, organizando os companheiros  para as manifestações em favor da liberdade  do presidente Lula.

Em entrevista ao site GALERA VERMELHA, Nonato falou sobre o momento que o país vive hoje, suas expectativas para as eleições deste ano, destacando o lado infiel e traidor do tucano João Dória, que abandonou a Prefeitura de São Paulo para se aventurar na eleição para o governo do Estado. O Diretório de Cajamar faz parte da Macro Osasco.

ENTREVISTA
1) Qual sua avaliação sobre a prisão do presidente Lula?

Estamos vivendo um estado de exceção. A prisão do presidente Lula não tem provas. Vejo uma justiça seletiva que é usada para perseguir o PT e suas lideranças. Por isso temos que resistir. A prisão de Lula é tão errada e arbitrária que estamos recebendo manifestações de governantes e lideranças políticas até do exterior. Somos ligados a Macro Osasco e estamos enviando representantes para lutar pela liberdade de Lula em Curitiba.

2) Como está hoje o PT na cidade ?

Eu era vereador em 2016, tentei a reeleição mas não consegui, bem como nossos companheiros de chapa também não se elegeram. Agora começamos uma reestruturação do PT com o objetivo de voltarmos a ser o que éramos antes na cidade. Temos atualmente 600 filiados.

3) Qual a sua expectativa para as eleições de outubro próximo?

Em minha opinião esta é uma grande chance de voltar a conquistar espaço político no Estado. No caso da disputa ao Governo do Estado além de termos um bom candidato temos que ir para as ruas mostrar que o que o Doria fez abandonando a Prefeitura de São Paulo o que mostra seu caráter. O PSDB tem essa mania de trair o eleitorado. Por isso precisamos mostrar isso claramente, fazer o povo dar o troco nele, por sua falta de compromisso prejudicando muita gente.

Tags
Veja mais
Close