Diário do Golpe

População dá o troco em ex-ministros golpistas de Temer apoiadores de Bolsonaro

Mendonça Filho e Bruno Araújo foram rejeitados nas urnas pelo eleitorado do Pernambuco

O candidato do PSL à presidência da república, Jair Bolsonaro, acumula o que há de pior na política em termos de ideologia e apoiadores. Conhecido pelas atitudes preconceituosas, radicais e antidemocráticas, o capitão da reserva coleciona mais golpistas em seu arco nefasto em busca do poder.

Participantes do golpe contra o povo brasileiro ao lado do traidor do país, Michel Temer, os ex-ministros da Educação, Mendonça Filho (DEM-PE), e das Cidades, Bruno Araújo (PSDB-PE), se alinharam de vez ao projeto ditatorial e de cerceamento à liberdade de expressão defendidos por Bolsonaro.

No entanto, a população sabem bem quem são os dois parlamentares com as “mãos sujas” do golpe e rejeitou ambos na corrida eleitoral deste ano: Mendonça Filho e Bruno Araújo ficaram em terceiro e quarto lugar, respectivamente, para o Senado e fracassaram na disputa.

Sinal de que o povo pernambucano não quer golpistas como representantes no Legislativo, muito menos Jair Bolsonaro no Palácio do Planalto. No primeiro turno, Haddad venceu no estado do Nordeste com 48,87% (2.309.104 milhões de votos), enquanto o adversário angariou 30,57% (1.444.685 milhões de votos).

Tags
Veja mais
Close