Diário do Golpe

PF intima fornecedores de obra na casa de filha do Michel Temer

Investigadores suspeitam que Temer tenha lavado dinheiro de propina em obras e imóveis

A Polícia Federal (PF) intimou fornecedores contratados na reforma da casa de uma das filhas de Michel Temer, Maristela Temer, para depoimentos. Dentre eles estão o arquiteto Carlos Roberto Pinto, que depôs na quarta-feira (2), a própria Maristela que nesta quinta-feira (3), e Piero Cosulish, da Ibiza Acabamentos, que será ouvido na sexta-feira (4).

Os investigadores suspeitam que Michel Temer tenha lavado dinheiro em propina com obras e transações imobiliárias. A PF acredita que a lavagem tenha ocorrido por meio de pagamento de reformas em casas de familiares, e dissimulando transações imobiliárias em nomes de terceiros, na tentativa de ocultar bens.

A polícia aponta que Michel Temer recebeu, por meio do coronel João Baptista Lima, ao menos R$ 2 milhões de propina em 2014. A origem desse dinheiro são, de acordo com a investigação, da JBS e uma empresa contratada pela Engevix.

Fonte: Folha de S.Paulo

Tags
Veja mais
Close