Galera Vermelha

O PT DE GUARUJÁ ANUNCIA O DR. JOÃO PAULO COMO PRÉ-CANDIDATO A VEREADOR DA CIDADE

O Partido dos Trabalhadores de Guarujá está se organizando e preparando todos os pontos para as eleições de 2020, um dos nomes indicados a pré-candidato a vereador é do médico João Paulo Fernandes Filho, conhecido como Dr. João, “Nossa chapa de candidatos a vereadores e vereadoras em Guarujá está muito competitiva e representativa, temos pré-candidatos homens e mulheres que são pessoas fortes com grande atuação social e militante”, informou João.

Quando questionado sobre a situação atual do morador e moradora da cidade, João informou que estão vivendo momentos difíceis: “Guarujá possui uma enormidade de pessoas trabalhando informalmente, sem direitos e sem aposentadoria, os governos atuais, principalmente o governo de Jair Bolsonaro, se é que é ético chamar ‘isso’ de governo, iniciou 2019, dando sequência a destruição da economia promovida por Michel Teme, o qual alterou a política econômica, que contribuiu com a destruição da geração de empregos e reduziu o desenvolvimento social, aumentando a desigualdade”, expressou o pré-candidato.

O Brasil vive hoje um momento crucial para a vida dos brasileiros e brasileiras, a chegada do COVID-19 é preocupante em todos os aspectos sociais e econômicos: “Guarujá registrou nesta quinta-feira 141 casos suspeitos. As medidas de contenção não estão sendo observadas em alguns pontos comerciais específicos da cidade, muito disso é fruto da subestimação da doença e por propagandas mentirosas de partidários do presidente e do próprio Bolsonaro”, criticou o médico, “O PT da cidade está organizando uma rede de solidariedade e de informações, divulgando orientações nas redes sociais de como realizar a higiene pessoal e do ambiente residencial neste momento e também em como lidar com as dificuldades psicológicas provocadas pela quarentena. Agora acompanharemos a votação na câmara dos deputados sobre a propositura de um abono neste período de quarentena para as pessoas que ganharem até três salários mínimos”, inteirou João.

Veja mais
Close