Galera Vermelha

Márcia Lula Lia defende movimentos de luta pela moradia em SP

Deputada paulista não concorda com argumentos usados pela grande imprensa nas transmissões e reportagens

A deputada estadual Márcia Lula Lia do PT, usou seu perfil no Facebook para exigir mais respeito da grande mídia com os movimentos que lutam por moradia em São Paulo. Márcia não concorda como os veículos de comunicação vem tratando o episódio do antigo prédio da Polícia Federal, que pegou fogo e desabou na região do Paissandu. A deputada começou sua postagem deixando claro o que pensa: “Lavem a boca antes de falar em ocupação irregular”.

Segundo a petista, no noticiário da grande mídia sobre o incêndio no edifício ocupado por 90 famílias sem teto, no largo do Paissandu, o público teve de ouvir dezenas de vezes o termo “ocupação irregular”.

Ela lembrou que muito se falou sobre déficit habitacional e sobre a responsabilidade do edifício – se do governo federal ou municipal – mas pouco sobre o não cumprimento da função social dos imóveis e sobre o outro desastre apelidado de ‘política habitacional’ desses governos, incluindo o estadual.

“Para esclarecer, uma ocupação ocorre justamente pelo descaso no não cumprimento da Constituição e na não execução dos minguados orçamentos para o setor. Ocupação irregular praticou Michel Temer e seus tucanos quando tiraram Dilma da presidência sem qualquer crime. Isso foi ocupação irregular e com efeitos desastrosos sobre o país, inclusive com o fim do programa Minha Casa, Minha Vida. E isso essa mídia nunca falou. Portanto, lavem a boca antes de falar em ocupação irregular. Não ocupamos porque queremos, mas sim porque precisamos”, finalizou a parlamentar.

Tags
Veja mais
Close