Galera Vermelha

Josa de Diadema desafia prefeito sobre novo hospital

Vereador do PT diz que prefeito age de maneira oportunista com a Saúde

O vereador de Diadema, Josa Queiroz, que cumpre seu segundo mandato, está irritado com o prefeito Lauro Michels (PV). Isso porque o verde afirmou que quer construir um novo hospital na cidade sem discutir o tema com a população sem transparência e discussão da proposta. Para o vereador esta é mais uma promessa vazia que o prefeito adota enquanto a cidade sofre com sua gestão desastrosa. O parlamentar lembra que antes de querer construir um novo equipamento, o prefeito deveria melhorar o que já existe já que em Diadema a Saúde atende muito mal a população.

Em entrevista ao  site GALERA VERMELHA, o vereador falou sobre os retrocessos que vem ocorrendo na cidade e defendeu a liberdade do presidente Lula e sua candidatura a Presidência este ano. Diadema faz parte da Macro ABCD.

ENTREVISTA
1) Como o senhor analisa a proposta de construção do novo hospital feita pelo prefeito?

Na sessão de quinta-feira passada utilizei a tribuna para desafiar o Prefeito Lauro Michels a apresentar para toda a população de Diadema, o projeto do Novo Hospital Municipal. Afinal, quem deve decidir se Diadema terá um novo hospital ou não é a população. Nos últimos dias o prefeito tem utilizado as redes sociais e a mídia para mais uma vez tentar enganar a população de Diadema com o Novo Hospital Municipal de Diadema, alegando que já tem projeto, um projeto que ninguém, nem mesmo os vereadores chegaram a ver. Há 3 anos Michels tem contado histórias e mais histórias a respeito desta nova aventura promovida por ele e seus parceiros de desgoverno. Passada a eleição municipal e já reeleito, ele voltou a tocar no tema afirmando que o hospital seria na Avenida Ulysses Guimarães e custaria R$ 125 milhões de reais e que todo esse dinheiro viria de um empréstimo com a Caixa endividando a cidade pelos próximos 30 anos sem dizer como e quais as condições de pagamento desse financiamento.

2) Esta falta de clareza, de uma administração que vive de factoides tem prejudicado a cidade?

Não dá pra continuar tratando o problema da população de forma oportunista. O prefeito não sabe o que fazer com a Saúde e fica inventando fórmulas mirabolantes como essa, fica mentindo para as pessoas. Isso é oportunismo, é querer tirar vantagem, querer se dar bem em cima de um problema que deveria ser tratado com muita responsabilidade.

3) Com relação ao trabalho do prefeito na cidade qual a nota que o senhor daria ao desempenho da administração?

Vamos ser bondosos e dar um 2 para o prefeito porque acho que ainda pode piorar. Temos mantido uma oposição responsável e sistemática discutindo temas como Saúde, Segurança e falta de transparência. Temos denunciado há muito tempo. Há hoje um grande descontentamento com a segurança que tem se agravado. Diadema é hoje uma das 10 cidades mais violentas, a lei seca não é mais cumprida, há uma conivência da fiscalização dos pancadões nos bairros, a cidade não tem comando.

4) Como o senhor analisa a prisão do presidente Lula?

Estamos indignados e revoltados com essa prisão injusta e tendenciosa que acredito está seja hoje também a opinião do trabalhador. Indignado por um julgamento tendencioso. Já se sabia que esta seria uma ação para tirar o presidente Lula da disputa.

5) E o que tem sido feito em Diadema para defender a liberdade de Lula e sua candidatura a Presidência?

Temos mantido aqui em Diadema, a partir do Diretório Municipal um comitê permanente Lula Livre. Na Câmara todos os vereadores da nossa bancada estão unidos, falando com as pessoas para mostrarmos quer Lula está sendo injustiçado.

Tags
Veja mais
Close