Galera Vermelha

Governador de MG passa descompostura no golpista Temer em evento oficial

Petista Fernando Pimentel chamou Temer a responsabilidade na crise com caminhoneiros

Nesta sexta-feira (25) o governador de Minas Gerais, Fernando Pimentel (PT), mostrou que não está para brincadeiras. Participando de evento comemorativo da Federação das Indústrias do Estado de Minas Gerais (Fiemg), em Belo Horizonte (MG), com a presença do presidente golpista Michel Temer (MDB), o governador  criticou a política de preços de combustível praticada pela Petrobras que, segundo ele, é a raiz do problema que causou a greve dos caminhoneiros, com “perdas enormes na produção, na indústria e comércio, com riscos eminentes para o abastecimento alimentar, para o atendimento médico, para a segurança pública”.

Pimentel lembrou ainda que o aumento do preço dos combustíveis em mais de 50% em um período  inferior a 12 meses é absolutamente incompatível com o nível de preços em geral da economia, nesse estágio em que a inflação mal alcança 3%. “A alegada correção de práticas passadas não pode, e nem deve, ser suporte para uma política de preços tão descolada da realidade como esta hoje, infelizmente assumida pela Petrobras”, criticou.

Fernando Pimentel ainda classificou como equivocada a política de preços da estatal. “Nesse quesito de preço de petróleo, adotar o modelo norte-americano na nossa terra tropical é um contrassenso semelhante a usar tanga no Polo Norte ou casaco de pele no Saara”, afirmou.

Por fim, o governador disse que corrigir essa distorção é atribuição “incontornável, inescapável e indivisível” do governo federal e pediu que a solução a ser encontrada seja compatível com os anseios de toda a população. “E reafirmo agora nossa mais integral solidariedade ao povo brasileiro, esse sim, o maior sacrificado por esse quadro de paralisia econômica e desagregação social que a gente vive hoje no Brasil”, finalizou.

Fonte: Agência Minas

Tags
Veja mais
Close