Diário do Golpe

Ex-secretário de Doria tem bens bloqueados

Sérgio Avelleda, que foi responsável pela pasta de transportes, é investigado pelo cartel de trens e metrô em São Paulo

O ex-secretário de transportes do prefeito de São Paulo e atual pré-candidato a governador, João Doria (PSDB), e atual chefe de gabinete de Bruno Covas, Sérgio Avelleda, é investigado sobre o cartel de trens e metrô em São Paulo. Avelleda, que foi presidente do Metrô entre os anos 2011 e 2012, teve os bens bloqueados pela Justiça de São Paulo.

Além de Avelleda outras 11 empresas que integram o consórcio responsável pela construção da Linha 5 (Lilás) do Metrô de São Paulo também tiveram seus bens bloqueados. Entre elas, estão as empreiteiras Odebrecht, Andrade Gutierrez, Galvão Engenharia, Mendes Júnior, OAS.

A determinação da juíza Simone Gomes Casoretti, partiu do promotor de Justiça do Ministério Público Estadual, Marcelo Milani, que solicitou congelar os imóveis ligados a todos os réus do caso, no último dia 20 de abril.

O ex-secretário de transportes de Doria e as empresas já haviam sido condenados pela Justiça de São Paulo por improbidade administrativa por fraudar o processo de licitação. A multa de R$ 326 milhões deve ser corrigida desde 2011, atingindo a um montante de R$ 800 milhões.

Tags
Veja mais
Close