Galera Vermelha

Deputada Erika Kokay afirma que TV Globo apoiou a ditadura e ainda apoia

Petista aponta que Globo apoiou a política de Estado de execuções sumárias dos opositores da ditadura

A deputada federal Erika Kokay (PT-DF) criticou a Globo, após documentos revelados pela Cia apontarem a autorização de governos da Ditadura Militar (1964-1985) para assassinatos de opositores ao regime.

Em sua conta no twitter a parlamentar disparou a queima roupas: “A Globo apoiou a política de Estado de execuções sumárias dos opositores da ditadura civil-militar e agora quer pagar de ‘isentona’ ao veicular as gravíssimas revelações trazidas pelo relatório da CIA?. A verdade é dura, a Rede Globo apoiou a ditadura e ainda apoia!”, escreveu Kokay.

Para a petista as revelações trazidas pelo relatório da CIA exigem a revisão da Lei de Anistia e reinstalação da Comissão da Verdade. Está documentado que a alta cúpula do regime militar participou ativamente dos crimes de lesa-humanidade praticados contra opositores.

Segundo os documentos, o governo do general Emílio Médici (1969-1974) autorizou a morte de pelo menos 104 brasileiros por militares do Centro de Informações do Exército (CIE). O governo seguinte, o de Ernesto Geisel, concordou em continuar as execuções de cidadãos considerados ‘subversivos perigosos’. A cada novo homicídio seria analisado e autorizado pelo general João Figueiredo, indicado de Geisel para o Serviço Nacional de Informações (SNI).

Fonte: Brasil247

Tags
Veja mais
Close