Diário do Golpe

Bolsonaro, PSL e Temer um casamento perfeito

Fascista e sua sigla sempre comeram no prato do golpista Temer

Querendo mostrar uma independência, que nunca teve, o presidenciável Jair Bolsonaro disputa a eleição pelo partido considerado o mais fiel ao governo do presidente golpista Michel Temer.

A realidade é que Temer e Bolsonaro são parceiros, e o próprio candidato fascista já admitiu que poderá manter figuras do atual governo em sua equipe de trabalho. Isso prova o conluio firmado, desde o golpe de 2016, para prejudicar o país e sua gente. Tudo pelo poder.

Bolsonaro e seu partido tiveram um desempenho exemplar na Câmara dos Deputados quando o assunto foi fidelidade ao governo. Exemplo disso é que em todas as votações encaminhadas ao Legislativo Federal por Temer, Bolsonaro e seus colegas de sigla sempre disseram amém as vontades do golpista.

Exemplo disso foi a aprovação de projetos prejudiciais a população como a Reforma Trabalhista; A PEC 95 que congelou gastos em setores essenciais por 20 anos; a lei que permitiu a venda direta de petróleo do pré-sal, entre outros.

Levantamento da consultoria Arko Advice mostra que os 8 parlamentares do PSL, incluindo Bolsonaro, acompanharam Temer em 67,73% das votações. Nem o MDB, partido do golpista, foi tão fiel ficando em 2º lugar, com 64,34%.

Os deputados do PSL também votaram com Temer na abertura de crédito especial de R$ 439,5 milhões a diversos órgãos do Executivo, um cheque em branco que é uma verdadeira Caixa Preta.

#TemereBolsonaro #Caixa2Bolsonaro #PSLcomecomTemer

Tags
Veja mais
Close